Ilhas e praias paradisíacas para todos os gostos

Um dos principais destinos de férias de praia no mundo, a Tailândia conta com inúmeros paraísos balneares. As ilhas e praias ao longo da costa, tanto no Golfo da Tailândia como no mar de Andamán, têm como único senão o turismo massivo. E devo alertar para o “turismo da bebedeira”, em crescendo, devido aos baixos preços do álcool ( mas também pouca qualidade) que tornam quase impossível o descanso em grande parte destes locais.

Koh Tao

O único plano de viagem que eu tinha era tirar o curso de mergulho em Koh Tao, o sítio no mundo com mais escolas e com preços imbatíveis. Foi-me aconselhado o Koh Tao Dive Resort por um amigo norueguês, ele mesmo tinha sido instrutor de mergulho naquela escola.

A chegada a esta ilha foi atribulada, pois o barco rápido da companhia Lomprayah que me levou até lá, mais parecia uma nau portuguesa no meio de uma tempestade no mar… poupo-vos os detalhes. Se vierem de barco tomem uma pastilha contra o enjoo ou escolham o ferry mais lento, como o da companhia Songsern.

O primeiro dia do curso PADI Open Water é dedicado apenas à parte teórica, visualizamos um vídeo e fazemos alguns exercícios por escrito. Já com o meu instrutor, dou início à parte prática na piscina no segundo dia. Só depois é que vamos para o mar, onde em dois dias fazemos um total de 4 mergulhos com alguns exercícios práticos. É muito importante que o instrutor seja bom, experiente, e nos passe confiança total dentro de água. Pois pode ser um pouco assustador a experiência dos primeiros mergulhos, quando não estamos devidamente acompanhados. O curso termina com um exame escrito e a possibilidade de mergulhar até 18 metros de profundidade.

Esta escola fica na baía de Chalok Baan Kao, com uma praia bonita e muito chill out, apesar de ter hotéis e hostels, todos com escolas de mergulho. Aqui pude ver um pôr-do-sol incrível a cada dia da minha estadia.

img_6009
Baía de Chalok.
img_6099
Baía de Chalok

Desta praia é possível fazer algumas caminhadas até outras muito bonitas como Shark Bay e Freedom Beach, e também subir até alguns miradouros com vistas incríveis para a baía de Chalok.

Esta ilha, chamada de tartaruga pelo seu formato, foi grande parte do século passado uma prisão. Até que um dia o rei resolveu perdoar todos os prisioneiros, fechar a prisão e oferecer partes da ilha a famílias de Chumphon (o porto terrestre mais próximo). A primeira estrada foi construída no início dos anos 90.

Como não existe um serviço público de transporte, o normal é alugar uma mota e percorrer a ilha. Para quem não conduz motas, e sendo os táxis  algo caro, o que recomendo é fazer o tour de barco à volta da ilha. Custa cerca de 600 baht, almoço incluído, além de terem sempre bolachas, fruta, café e água disponível no barco. Neste tour destaco o snorkel em Shark Bay, onde consegui ver 2 tubarões a poucos metros de distância, e também uma enorme tartaruga. Também se visita Koh Nanguyan, um dos mais famosos postais das ilhas tailandesas e de onde se tira uma das fotos mais desejadas. A fila para a tal foto era interminável pelo que decidi apenas fazer snorkel no sítio onde tinha feito o meu primeiro mergulho, o “Japanese Garden”. Este jardim de corais é muito bonito e está cheio de habitantes coloridos, entre peixes, lulas e anémonas.

Koh Nanguyan
Koh Nanguyan

Koh Phangan

Deixo a ilha tartaruga rumo à ilha vizinha, famosa pelas festas “Full Moon”. O meu único objectivo seria fazer snorkel em algumas praias ideais para esta prática, na parte noroeste da ilha. Infelizmente o mar picado não deu grande visibilidade, mas pude descansar e aproveitar a beleza das praias Salad, Secret, Haad Yao e Mae Haad. A zona mais festiva encontra-se no sul, na praia de Haad Rin, onde se realizam as festas “Full Moon”, e também na de Baan Tai, com as “Half Moon”. O tipo de música e estilo de festa, apesar de ser na praia, são para um público ocidental, jovem, muito na onda house, deep house, trance, nada o meu género. Mas fiquei bem impressionada com a beleza desta ilha!

Ao Nang, Krabi

Em seguida vou passar a quadra natalícia a Ao Nang, a praia de Krabi, já na costa do mar de Andamán. É nesta costa que estão os locais turísticos mais famosos de veraneio como Phuket e as ilhas Phi Phi. Em Ao Nang apanham-se os barcos para a praia vizinha, muito mais bonita e conhecida, Railay Beach. Esta praia está rodeada pelos famosos penhascos de geologia cárstica, e que lhe confere uma beleza única. Muita gente escolhe este sítio para fazer escalada. Existem várias grutas na zona e o mar tem cor verde esmeralda.

Ao Nang em si é uma longa rua, semelhante a várias no sul de Espanha e Portugal, cheia de hotéis e outros alojamentos, restaurantes para todos os bolsos e muitos bares ( alguns de alterne), e que vai até à praia.

img_6063
Praia de Ao Nang.

Fiz também a excursão de barco até às 4 ilhas que estão em frente à praia de Ao Nang. Primeiro visitamos a praia de Phra Nang (mesmo ao lado de Railay) que tem umas grutas com piada, pois têm altares que estão decorados com milhares de figuras fálicas, deixadas por mulheres. Crê-se que este local tem poderes especiais relativos à fertilidade!

Desta praia seguimos para as ilhas Koh Tup, Ko Dam Kwan e Koh Poda. A segunda é conhecida como Chicken Island devido a uma formação rochosa original e que se assemelha a uma galinha. É também aqui que fazemos uma sessão de snorkel, em águas mais calmas e cristalinas. Koh Poda tem uma rocha cárstica junto à praia e água num tom turquesa que ainda não tinha visto por aqui.

 

Koh Lanta

A ilha que se segue é Koh Lanta, mas apesar de muito tranquila e verde, desiludiu-me um pouco no quesito praias. Só as dos sul são bonitas, como a Bamboo Bay, e mesmo assim nada de especial comparando com outras onde estive neste país. Foi, isso sim, uma boa escolha para celebrar a passagem de ano na praia. Jantar a preço acessível, pés na areia, muito fogo de artifício e balões, que muito me lembraram o S. João do meu Porto natal.

Koh Phi Phi

Depois de muito ponderar as ilhas Phi Phi, de tudo o que ouvi sobre este arquipélago paradisíaco, e também do tipo de pessoas que vi irem em massa até lá decidi ir apenas numa excursão de um dia. Foi bem cara esta excursão, mas não me arrependi, pois estas ilhas estão sobrelotadas. E eis como se pode converter um paraíso num pesadelo! Passo a explicar, este arquipélago está composto pelas ilhas Phi Phi Don e Phi Phi Leh e alguns ilhéus como a Bamboo island. A primeira é onde se concentra tudo, o alojamento, o porto, as agências de excursões, e a festa. Tudo a preços exorbitantes, clubes com música péssima e em alto volume todo o dia. Até tem um McDonald’s, muito típico da Tailândia como podem imaginar. E o mais triste foi ver que as praias desta ilha já acusam a pressão turística, com lixo e águas menos turquesa do que já foram outrora. Phi Phi Leh, que teve o azar de ganhar fama com o filme “The Beach” do Danni Boyle e com o Leonardo DiCaprio. Maya Beach em especial, onde decorre a acção do filme é muito bonita. Esta pequena baía é uma das praias mais bonitas que já vi, mas com tantos barcos e turistas, impossibilita qualquer tipo de descanso nestas águas turquesa.

 

Já a pequena Bamboo island foi uma agradável surpresa, onde fiz das melhores sessões de snorkel. Água límpida e turquesa, e uma infinidade de espécies de peixes de todas as cores.

Dicas

. Curso Open Water PADI por 9800 baht (+150 de seguro) com oferta de alojamento no KoTao Dive Resort, cerca de 270€.

. O melhor mês para fazer mergulho em Koh Tao é Abril, quando a água está bem límpida. A época alta de turismo, quando a ilha está a abarrotar de gente é entre Julho e Agosto.

. O tour das 4 ilhas em Ao Nang custou-me cerca de 400 baht muito bem negociados ao qual acrescem mais 400 baht para pagar a entrada em parque nacional.

Advertisements

One thought on “Ilhas e praias paradisíacas para todos os gostos

  1. Pingback: A bonita costa do Cambodja – the genuinely curious

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s